Press Releases

Empresas contábeis e profissionais do setor podem criar análises estratégicas e cenários gerenciais com o Prosoft BRAINLab

Software extrai, cruza e organiza dados gerados por soluções Prosoft da Wolters Kluwer, Unidade de Negócios Fiscal e Contábil no Brasil e permite a criação de relatórios flexíveis

São Paulo, março de 2017 – Ler movimentações, conferir com precisão o trabalho de escrituração fiscal, contábil e social, além de extrair informações para análise gerencial pode se tornar uma tarefa complexa para as empresas contábeis quando não existe um método eficaz e seguro. Pensando neste cenário, a Wolters Kluwer, Unidade de Negócios Fiscal e Contábil no Brasil passa a oferecer um produto específico para a elaboração de relatórios fiscais flexíveis. Com o software Prosoft BRAINLab, as empresas contábeis e profissionais que atuam neste segmento podem extrair, cruzar e organizar os dados gerados por essas soluções e oferecer a seus clientes um atendimento personalizado, focado na prevenção de eventuais problemas na escrituração fiscal, contábil ou movimentação de folha de pagamento. Destinado a todos os profissionais contábeis e empresas de todos os portes, o programa Prosoft BRAINLab otimiza a rotina de trabalho, uma vez que o seu uso promove a redução de tempo na geração dos arquivos, aumentando a produtividade e a eficiência.

Um dos grandes diferenciais da nova ferramenta é a possibilidade de criação e gerenciamento de cenários, que nada mais são do que um agrupamento de informações criteriosamente selecionadas, também conhecidas como “cubos”. Com interface semelhante à de uma planilha eletrônica, o Prosoft BRAINLab permite ao usuário organizar as informações, seja agrupando colunas, ordenando, retirando ou ainda incluindo dados para a análise desejada, com a facilidade de impressão e exportação para o Excel.

Para os usuários mais avançados, a impressão pode ser personalizada, com cores, logos e a “cara” da organização contábil. “O Prosoft BRAINLab também permite compartilhar os dados gerados com outro usuário e determinar se os mesmos estarão disponíveis para alteração ou simples consulta por outros membros da equipe, delineando claramente a preocupação com a gestão e segregação de acesso a informação”, afirma Roberto Regente Jr., CEO da Wolters Kluwer, Unidade de Negócios Fiscal e Contábil no Brasil.

Para adquirir a solução Prosoft BRAINLab, o contador ou empresa contábil deve ser usuário do Gerenciador de Aplicativos Prosoft (GAP) e pelo menos uma das soluções Prosoft Folha de Pagamento, Prosoft Contabilidade ou Prosoft Fiscal da linha Wolters Kluwer. A compra pode ser feita pelos canais homologados da Wolters Kluwer, Unidade de Negócios Fiscal e Contábil no Brasil. O cliente tem direito a treinamento (via EAD), suporte telefônico e auxílio na implantação. A assinatura do serviço é mensal, cujo valor é calculado com base na quantidade de assentos contratados.

Contabilidade Colaborativa ditará o futuro do setor
Seguindo as boas práticas de organização e gestão aplicadas à contabilidade, a Wolters Kluwer, Unidade de Negócios Fiscal e Contábil no Brasil traz para o país um conceito inovador, que promete mudar o cotidiano entre as organizações contábeis e seus clientes e ditar o futuro do setor. Trata-se da Contabilidade Colaborativa, que possibilita a oferta de transações pontuais dentro do universo de serviços oferecidos, sem prévio contrato ou vínculos, e com total liberdade de escolha para quem contrata.

Na Contabilidade Colaborativa, as organizações contábeis passam a processar os serviços por funcionalidade específica. “O cliente define o que precisa, faz a solicitação e, se gostar do atendimento, é naturalmente cria um vinculo de fidelização, abrindo espaço para construção de uma relação de parceria e longo prazo”, esclarece Roberto Regente Jr. Para que o conceito possa ser colocado em prática faz-se necessária a existência de vários componentes tecnológicos que vão de um processamento inteligente, cálculos e simulações, inteligência de impostos, business insights (a fim de transformar o trabalho braçal em consultivo), auditoria preditiva a um sistema de autoatendimento.

Segundo Regente, as vantagens da Contabilidade Colaborativa são a redução de custos, a simplificação dos processos, o aumento da rentabilidade e produtividade do empresário contábil, características marcantes de uma economia de escala. “Com benefícios simples como a redução de circulação de papel a gestão granular das atividades e entregas em curso no escritório, há criação de oportunidade para redirecionar recursos e tempo a atividades consultivas, notáveis por sua maior rentabilidade”, finaliza.

Cadastre-se e receba nossas notícias